Quando o juiz é suspeito

 

Eduardo Muylaert

Chamado de suspeito, qualquer ser humano se sente melindrado. Não, porém, se for um magistrado. No direito, essa palavra têm um sentido técnico que nada tem de ofensivo. O instituto da suspeição serve para proteger o julgador de qualquer dúvida razoável sobre sua necessária isenção. Poupa ainda as partes de qualquer desconfiança. E evita danos à já tão combalida imagem da Justiça. 

https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2019/07/quando-o-juiz-e-suspeito.shtml