Escritório

Fundado em 1988 por Eduardo Muylaert e Mary Livingston, o escritório Muylaert, Livingston e Kok Advogados conta hoje com mais três sócios: Sylas Kok Ribeiro, desde 1992; Alexandre Daiuto Leão Noal, desde 2006 e Pedro Henrique Menezes Queiroz, a partir de 2010.

O escritório tem como características principais, desde o início, a dedicação pessoal e artesanal dos advogados, que trabalham em colaboração entre si e com advogados de outras áreas, principalmente com o jurídico interno de empresas ou advogados de clientes que os representam em casos não criminais.

O escritório se dedica exclusivamente à Advocacia Criminal, nos segmentos consultivo e contencioso.

A consultoria criminal abrange orientação, prevenção, análise de riscos, opinião legal, auxílio em elaboração de códigos de conduta e de conformidade (compliance), dentre outras. Os trabalhos acompanham as inovações legislativas, no Brasil e no exterior, especialmente leis de lavagem de dinheiro, anticorrupção e de compliance.

Na área contenciosa, o escritório tem como enfoque a atuação criminal no Direito Penal Econômico, que abrange casos de crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, crimes contra a ordem tributária, contra a ordem econômica (cartel), crimes contra o consumidor, crimes contra a propriedade industrial (marcas, patentes, concorrência desleal e etc), crimes ambientais, lavagem de dinheiro, antitruste e concorrência desleal. Também representa vítimas, com pedidos de instauração de inquérito policial ou atuando como Assistente de Acusação em ações penais.

Nesses quase 30 anos de advocacia criminal, o Escritório Muylaert, Livingston e Kok Advogados representa clientes de vários segmentos econômicos, inclusive instituições financeiras nacionais e estrangeiras, grupos econômicos multinacionais, emissoras de Rádio e Televisão, imprensa escrita, empresas de transporte, turismo, construtoras, sucroalcooleiras, produtoras e fabricantes de alimentos, hipermercados, dentre outros.

Embora atue em casos de grande repercussão, o escritório privilegia a discrição, sigilo e respeito à privacidade e intimidade dos clientes. O escritório tem figurado entre os mais admirados na advocacia criminal pelas principais avaliações do segmento, sempre com referências nas publicações da Análise Advocacia e Chambers & Partners Latin America.